capa-casamento-religioso

Tudo o que eu preciso saber sobre casamento na igreja

Mesmo com a grande tendência de casamento na praia, na fazenda e em outros destinos incríveis, o casamento na igreja continua sendo o sonho de muitos noivos e noivas. Para os mais tradicionais, o casamento religioso proporciona a alegria de estar em um local sagrado para celebrar o dia que é um dos mais emocionantes de um relacionamento: o dia de subir no altar e dizer “sim” ao desejo de viverem juntos para sempre.

poesie-anel-noivado

Você noivo, que sonha com o dia que estará em cima do altar aguardando sua amada entrar pela porta da igreja, e você noiva, que sonha em subir no altar ao som da marcha nupcial, confiram abaixo tudo o que vocês precisam saber antes de planejar um casamento na igreja.

Definir a data

Um dos primeiros passos para organizar um casamento religioso é consultar a disponibilidade de datas e horários na igreja que o casal deseja realizar a cerimônia. Reservar a data do casamento é fundamental para iniciar os demais planejamentos, como contratar buffet, músicos e outros fornecedores.

noivos-casamento-na-igreja

Dana Fernandez Photography

Documentos

Normalmente, a grande maioria das igrejas solicitam os seguintes documentos:

– Cópias autenticadas do RG e CPF do casal.
– Cópia do comprovante de residência.
– Ficha de duas testemunhas. Lembrando que pai, mãe ou menores de 18 anos não são aceitos como testemunhas.

Em algumas igrejas, podem ser solicitados também:

– Certidão de batismo dos noivos
– Certificado do curso de noivos
– Certidão de batismo dos noivos
– Taxa da igreja

De qualquer forma, é essencial entrar em contato com a igreja que deseja realizar a cerimônia e consultar a lista de documentos solicitados.

Curso dos noivos

Os casais que vão se casar na Igreja Católica Apostólica Romana enfrentarão mais uma exigência: o curso dos noivos. Ao contrário do que muitos pensam, este curso não ensinará etiqueta ou regras sobre a cerimônia. O curso dos noivos nada mais é do que uma preparação para a vida a dois. O objetivo da igreja é orientar e preparar o futuro casal para os desafios matrimonial.

Cada igreja elabora do curso da sua maneira, portanto, o tema, a duração e o local variam. Em média, as igrejas preparam de 2 a 4 encontros, contudo, há outros que ministram o curso em um encontro único.

passo-a-passo-casamento-na-igreja

Allison Slater Photography

Decoração

O foco da decoração de um casamento religioso é destacar o caminho da noiva até o altar. São bem-vindos elementos rústicos, muitas flores, folhagens e até espelhos. Contudo, antes tomar qualquer decisão, lembre-se de dois pontos importantes: primeiramente, converse com os responsáveis da igreja para saber se há restrições. O segundo ponto é verificar se haverá outro casamento no mesmo dia. Quando há outros casamentos no mesmo dia, é necessário que as noivas entrem em um consenso e decidam juntas qual será a decoração da igreja.

decoracao-de-casamento-religioso-com-flores-brancas

Aaron Delesie Photographer via The Original Runner Company

Músicos

Vai contratar músicos para o casamento? Fiquem atentos ao repertório musical, pois algumas igrejas possuem restrições. Além disso, consulte os responsáveis da igreja com antecedência e certifique-se sobre questões técnicas como aparelhos de som, microfones e pontos de energia.

equipe-de-musicos-para-casamento

Hannah Arista Photography via The Knot

Atrasos

Quem planeja um casamento na igreja terá que lidar com uma lista de regras a serem seguidas, e uma delas é cumprir o horário definido. Antes visto como uma tradição, o atraso da noiva hoje pode ser considerado falta de respeito com os convidados. Além disso, não podemos nos esquecer que há muitas outras pessoas envolvidas como, por exemplo, o celebrante da cerimônia, os músicos e o fotógrafo.

Convites

Como o casamento na igreja possui horários mais rígidos do que um casamento em outro local, a estratégia que pode evitar os atrasos, seja de madrinhas, padrinhos ou dos convidados, é informar no convite de casamento um horário menor que o horário real da cerimônia. Assim, se o horário informado no convite estiver com uma margem de segurança de 20 minutos, por exemplo, haverá tempo suficiente para os convidados se acomodarem, mas não muito ao ponto de esperarem por muito tempo.

convite-de-casamento-elegante

Hayley Hard Castle

Casamento religioso com efeito civil

Casais que se casarão na igreja, mas que ainda não oficializaram a união em cartório, é possível realizar os dois ao mesmo tempo. Esta opção é chamada de casamento religioso com efeito civil.

Basicamente, no casamento religioso com efeito civil, o celebrante religioso (padre, pastor, rabino, reverendo ou outro responsável ligado à religião escolhida pelos noivos) realiza o civil e o religioso ao mesmo tempo. Após a cerimônia, o casal recebe um documento denominado de Termo de Casamento Religioso com Efeito Civil.

Para validar a união e receber o reconhecimento do Estado, os noivos terão que cumprir o seguinte procedimento:

– Após a cerimônia, os noivos deverão retirar na igreja o Termo de Casamento Religioso com Efeito Civil.
– Reconhecer a firma do celebrante de casamento (onde ele tiver firma aberta).
– Comparecer no cartório, o que mesmo que deram entrada no processo de habilitação de casamento, para substituir o Termo de Casamento Religioso com Efeito Civil pela certidão de casamento.

Caso os passos acima não sejam seguidos dentro do prazo de até 90 dias após a celebração, o casamento na igreja não terá validade na sua vida civil, ou seja, perante o Estado, o casal permanecerá com o estado civil categorizado como solteiro.

dicas-para-casamento-na-igreja

Stacy Anderson Photography

Casamento religioso muito tempo depois do casamento civil

Devido ao grande custo envolvido em uma cerimônia religiosa, como decoração, vestido de noiva, convites, buffet e outros detalhes, é bastante comum vermos casais oficializarem primeiramente a união somente no civil.

Se para você e o seu cônjuge a religião é levada a sério, mas, no momento, os custos de um casamento na igreja fogem do orçamento, não se preocupem: não existe nenhuma lei ou costume que determine um prazo limite para realizar o casamento religioso após o casamento em cartório. Neste caso, o único ponto que poderá ser visto de forma negativa para alguns casais é que, apesar de muitas religiões compreendem a importância da oficialização no cartório, afinal é um ato cívico, tal documento não tem validade em caráter religioso.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Compartilhe com um amigo