algumas-dicas-de-como-palnejar-o-casamento-capa

Algumas Dicas para Planejar o Casamento

Depois do mágico momento em que vocês decidem que querem passar o resto da vida juntos, começa, então, o esperado noivado. Neste período, compreendido entre o pedido de casamento e a própria cerimônia, acontece, principalmente, a organização do casamento. Mesmo se tratando de planejar o dia em que será celebrado o amor de vocês, o desgaste pode ser muito grande diante de tantos afazeres. Seguem, então, algumas dicas que podem ajudá-los nesta árdua empreitada.

poesie-anel-noivado

– Decidam antes, se vão ou não fazer uma festa de noivado. Não há regra alguma determinando que ela deva acontecer. Assim, cabe apenas ao casal e às suas respectivas famílias resolverem. Uma festa de noivado jamais poderá ofuscar o casamento, o que, na verdade, é um ponto positivo: menos trabalho, menos gastos. Cuidado extra com a lista de convidados, pois nem todos que serão chamados para o casamento precisam ser chamados para o noivado. No entanto, todos os convidados para o noivado devem ser convidados para o casamento.

– Caso estejam em pânico com a longa lista de coisas a fazer, procurem pensar no casamento como uma lista de atividades bacanas e prazerosas: decidir entre belas flores, degustar doces e bolos, provar roupas elegantes, escolher músicas, criar uma decoração, enfim. Convenhamos que são tarefas infinitamente mais agradáveis do que ir ao supermercado, buscar as roupas na lavanderia, levar o carro na oficina, enfrentar fila de banco e tantas outras obrigações nada divertidas do cotidiano.

– Outra forma de amenizar o extenso rol de tarefas é olhá-lo por partes. Sempre que bater a ansiedade, tentem visualizar uma coisa de cada vez, pois pensar no casamento como um todo pode ser mais estressante. Não se fixem na data do casamento, trabalhando em uma contagem regressiva. Trabalhar com datas futuras é mais eficiente: “o que resolveremos nas próximas semanas?”, por exemplo.

– Estabeleçam prioridades e organizem-se. Façam listas, primeiro com tópicos gerais como data, local, convidados, buffet, etc e depois esmiúcem os assuntos. Quanto à data, por exemplo: a estação do ano, o tipo de evento mais adequado para ela. Muitos parentes de fora? Escolher um dia próximo a um feriado pode ajudar. Determinem um orçamento, e a partir daí podem começar a decidir outras coisas, como quantos convidados vocês querem e quantos realmente poderão atender com qualidade.

– Sim, o casamento de vocês deve ser único, especial e, principalmente, de acordo com a personalidade do casal. Escolher tudo pessoalmente certamente trará um toque pessoal, mas ajuda profissional sempre será bem vinda. Alguém que vive de montar arranjos de flores pode ser muito útil quando vocês estiverem perdidos entre peônias, orquídeas e tulipas. Vocês podem contar com a ajuda de profissionais especializados em cada um dos detalhes do casamento ou contratar uma (é, uma, no feminino, apenas pelo fato da grande maioria de mulheres neste ramo) cerimonialista ou assessora/consultora de casamentos. Todo casamento conta com uma equipe de cerimonial que, com seus walkie-talkies, comandam o show numa disciplina quase militar. Mas a cerimonialista vai além, ela pode ajudá-los, e muito, a planejar o show.

– Por mais que o casamento possa ser o dia mais importante das suas vidas, relaxem, pois é apenas UM dia. Importante mesmo é o “resto da vida” que vocês vão passar juntos. Um centro de mesa que não ocupar o exato centro da mesa não vai marcar o casamento de vocês para sempre.

algumas-dicas-de-como-palnejar-o-casamento

Dixie Pixel

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Compartilhe com um amigo